Notícias

Cerca de 17 mil presos de São Paulo deixam presídios na Páscoa; parte usará tornozeleira eletrônica
UOL Notícias - 20/04/2011

Cerca de 17 mil presos que cumprem regime semi-aberto no Estado de São Paulo devem ser liberados a partir destas quarta-feira (20) para passar o feriado prolongado de Páscoa e Tiradentes com suas famílias. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), mais de 24 mil detentos têm o direito à saída temporária, mas nem todos deixam o presídio.

Os presos devem retornar às suas unidades prisionais até as 17h da próxima segunda-feira. Como aconteceu no último feriado de Natal e Ano Novo, cerca de 4.800 condenados usarão tornozeleira eletrônica. Com isso, eles podem ser rastreados durante todo o período em que estiverem fora da prisão.

O serviço, que custou R$ 50 milhões, começou a valer no final do ano passado para quem trabalhava durante o dia fora da unidade prisional e para presos em regime semi-aberto durante feriados prolongados. Os detentos usam o aparelho o tempo todo e o monitoramento é feito através de rádio freqüência, com informações criptografadas. A posição do preso pode ser rastreada por satélite.

No feriado do Natal, 23.639 presos deixaram os presídios e 1.686 deles não retornaram. Dos 3.944 presos liberados com tornozeleira, 226 fugiram.

Em 2009, Ananias dos Santos, 27, principal suspeito de ter assassinado as irmãs Josely Oliveira e Juliana Oliveira, em Cunha (231 km de São Paulo), fugiu do Pemano (Centro de Progressão Penitenciária Dr. Edgard Magalhães Noronha), de Tremembé, depois que recebeu permissão para saída temporária de Páscoa.

Por Fabiana Uchinaka

Fonte: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/04/20/cerca-de-17-mil-presos-de-sao-paulo-deixam-presidios-na-pascoa-parte-usara-tornozeleira-eletronica.jhtm


Voltar